Hoje foi nosso primeiro dia de praia em Pipa. E acho que tem que inaugurar a série de posts por se tratar de uma abertura com laço de ouro. A dica foi dada pelo Seu Antonio, da nossa pousada. E foi uma dica valiosa.

Saímos de carro do centro de Pipa em direção a Tibau do Sul, sempre de olho nas placas que indicavam a Praia do Madeiro. (Quase erramos parando o carro um pouco antes do local.) Chegamos ao Hotel Ponta do Madeiro, onde um simpático porteiro nos atendeu, abrindo o portao, mostrando o estacionamento e – ainda – nos mostrando o caminho pelo belíssimo hotel.

Ao seguirmos em frente, no alto da falésia, a paisagem deslumbrante provocou um “uau” em todos, até nas crianças. Mesmo com o tempo nublado a vista da Baía dos Golfinhos e da Praia do Madeiro, seu mar claro e cheio de ondas, em contraste com as cores alaranjadas (ou avermelhadas) das falésias seria de tirar o fôlego.

Eu disse “seria” porque na verdade os degraus incrustrados na encosta foram de tirar o fôlego, literalmente. Ainda bem que a escada é boa, e a chegada compensa. Existem ponto de parada para ajudar os sedentários.

Já na praia, de areia clara, as ondas batem forte e chegam a formar grandes bancos de areia. E a vista permanece linda. O sossego só é quebrado pelo vôo de pássaros ou por passantes que estão fazendo caminhadas (trilhas?) pela praia.

O hotel mantém uma estrutura de restaurante servindo petiscos e bebidas, além de oferecer sombra e espreguiçadeiras e um chuveiro de água doce. Não há banheiros.

A cerveja estava gelada e veio em isopores. As casquinhas de caranguejo eram frescas e muito saborosas. As iscas de peixe também. Foi uma excelente dica e um ótimo começo.

Casquinha de Carangueijo na Praia do Madeiro em Pipa, no Rio Grande do Norte, Brasil

Anúncios