Já falei aqui sobre o meu grande sonho: dar a Volta ao Mundo em alguns posts. Enquanto ele não chega eu acompanho algumas pessoas que já tiveram esta experiência ou que estão vivenciando no momento. Compartilho aqui as histórias que mais me inspiram.

O casal Rachel e Leo Spencer do site Viajo Logo Existo está neste momento na estrada com seu 4×4 Land Rover (O Coiote) cruzando a América do Sul. Saíram de São Paulo e desceram a estrada até o Sul do país, onde entraram no Uruguai e começaram a subir rumo à América do Norte. Já somam 151 dias de viagem e 6 países percorridos, e mais de 27 mil km rodados. Neste exato momento estão curtindo o Equador, mais precisamente em Quito. Além de acompanhar a aventura e curtir as fotos, o casal compartilha no site deles as estatísticas e dicas para quem quer seguir o mesmo caminho (ou tem curiosidade), e ainda postam as delícias culinárias que provam pelo caminho no VLE Gourmet.
O Hypeness é um site que eu acompanho bastante e onde – na área de Viagem – posso conhecer incríveis histórias como a do francês que viaja de carona pelo mundo e já conheceu – desta forma – mais de 70 países; o casal que viajou com os 4 filhos bebês pelo mundo e – pasmem – de bicicleta; e a Rede Mundial de Oportunidades em Fazendas Orgânicas (WWOOF) onde é possível trabalhar e se hospedar de graça em mais de 50 países – além de ser super sustentável. Admiráveis e inspiradoras.
Ainda tenho dúvidas se a viagem tem que ser toda feita de uma só vez, em 6 meses, 1 ano, 2 anos, ou se eu posso fragmentar minhas viagens, como tenho feito, e cada ano visitar 1 ou 2 lugares no Brasil e no mundo com a minha família à tiracolo. Simpatizo com a segunda opção, pois assim não precisamos abrir mão da nossa vida, nossa casa, nossos amigos e familiares, nossos empregos. O passaporte está aberto, e a cada ano acumula novos carimbos.
Enquanto não decido, para fechar, um post muito prático com um passo a passo para dar a volta ao mundo, escrita por Rafael Sette do papo de Homem, um jornalista que diz que “(…) não, não sou rico. Sou jornalista.” e portanto qualquer um de nós com um pouco de planejamento e coragem consegue vencer a inércia e se aventurar mundo a fora.
Anúncios