Quando cheguei a Auckland fiquei um pouco perdida com tantas ilhas, nomes ingleses e nomes maori (idioma dos povos nativos da Nova Zelândia). Cada hora descobria uma coisa nova: Aotearoa é o nome maori da Nova Zelândia e significa terra da grande nuvem branca. Tāmaki Makaurau é o nome maori de Auckland. Até que chegou a vez do tal do Hauraki Golf, sobre o qual irei falar hoje no blog.

O chamado “Hauraki Gulf” (Golfo de Hauraki) é a área que compreende a costa leste da Ilha Norte da Nova Zelândia, incluindo portos e estuários, desde o norte de Leigh (Te Arai Point) até Waihi Beach (ao norte de Tauranga) e incluir todas as ilhas (inclusive a grande e distante Great Barrier Island). Estamos falando da área litorânea (o mar).

(Confesso que eu achava que era uma área muito menor, somente em Auckland, mas me surpreendeu saber que abrange outras regiões no entorno).

Pelo mapa é possível perceber que é uma área bastante abrigada, o que acaba sendo ótimo tanto para pegar uma praia (já que elas estão sempre calmas e com poucas ondas em relação às praias à Oeste, como Piha, Karekare e Muriwai), quanto para navegar por aqui. Há muitas balsas que atendem alguns pontos específicos na região. Dependendo de onde se está, dá para ir de balsa para o trabalho no centro, por exemplo.

auckland vista do rangitoto
Auckland vista do topo do vulcão Rangitoto – Hauraki Gulf

Por conta desta relativa calmaria, há muitos esportes aquáticos, que vão desde a vela, windysurf e kitesurf, Stand-up Paddle, Caiaque, natação oceânica, snorkelling e outros, além da pesca esportiva (na verdade aqui as pessoas pescam para comer os peixes mesmo), passear de barco, jet ski e velejar.

As Ilhas mais famosas são a Waiheke (cheia de vinícolas e restaurantes gourmet), Rangitoto (com a trilha que sobe até o topo do vulcão com uma vista espetacular), Tiritiri Matangi (um santuário ecológico de pássaros) e a Great Barrier (com belíssimas trilhas, campings e praias selvagens). Todas elas valem uma visita.

Rangitoto Island ao fundo visto de long bay park - blog memorias de uma viajante
Rangitoto Island ao fundo visto da trilha de Long Bay Park

Veja Também: 10 praias imperdíveis em Auckland

A vida aquática faz parte da Nova Zelândia e sobretudo de Auckland e região. Não tem como não aprender mais sobre as marés, os ventos, o swell, a vida marinha, ela faz parte do nosso dia a dia e isso nos conecta com o meio ambiente de uma maneira muito especial. Há até passeios para fazer o avistamento de baleias e golfinhos por aqui (apesar de que com sorte você vai acabar encontrando com estas adoráveis criaturas em algum dia – eu já tive esta sorte, duas vezes!).

Por isso o Hauraki Gulf é tão importante, e citado sempre nas rádios e previsões de tempo, vento e maré que escutamos nas rádios locais. Ele é tão parte da vida de quem mora aqui ou está a passeio.

Veja também: Guia Completo sobre a Nova Zelândia